Proposta de piso salarial de R$ 4.800 para fisioterapeutas precisa de apoio da categoria
Disponível no portal do Senado, proposta precisa da adesão de 20 mil pessoas para ser debatida pelos senadores

Propor, em nível federal, a redação de um projeto de lei que fixe um piso nacional de R$ 4.800 para fisioterapeutas, é a bandeira do Dr. Welbert Martins. E todos os fisioterapeutas podem apoiar essa proposta, acessando o link goo.gl/AR431u

Fisioterapeuta do Rio de Janeiro, Dr. Welbert sugere no site e-cidadania, do Senado Federal, que os senadores atentem para a necessidade de valorização do trabalho de fisioterapeutas, por meio de uma remuneração compatível com a importância do trabalho que desenvolvem.

“O profissional fisioterapeuta será mais valorizado, pois atualmente não possui um salário adequado ao tamanho de suas atribuições e responsabilidades, chegando a ganhar menos de R$ 1.500 por 30 horas semanais em situações específicas”, diz o texto da justificativa da proposta Fisioterapeutas com piso salarial de R$ 4.800,00 por 30 horas semanais, do Dr. Welbert Martins.

Para que a proposta do fisioterapeuta do Rio de Janeiro siga o caminho que poderá resultar na redação de um projeto de lei, o primeiro passo é garantir que, no mínimo, 20 mil pessoas registrem seu apoio à ideia, por meio do link goo.gl/AR431u.

Envio de propostas ao Senado facilitada por meio da internet

Assim como Dr. Welbert, todo cidadão brasileiro tem o direito de propor e apoiar ideias legislativas que podem virar leis. O portal e-cidadania, criado em 2012 para possibilitar maior participação do cidadão nas atividades legislativas, explica que as Ideias Legislativas são sugestões de alteração na legislação vigente ou de criação de novas leis. As ideias que receberem 20 mil apoios serão encaminhadas para a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), onde receberão parecer.

A Ideia Legislativa  Fisioterapeutas com piso salarial de R$ 4.800,00 por 30 horas semanais, do Dr. Welbert Martins, está recebendo apoio no link goo.gl/AR431u até o dia 20 de dezembro de 2017.