Terapia Ocupacional continua a movimentar a cidade de Catanduva
No dia 21 de junho, um grupo de terapeutas ocupacionais esteve reunido na sede da Secretaria da Educação de Catanduva. Desta vez, Dra. Rita de Cássia dos Santos Lahóz, Dra. Suelen Aparecida Moreira, Dra. Isabela Terra Sóssio, Dra. Flávia Rodrigues Guimarães, Dra. Mara Regina Dotto Gussi e a secretária da Educação, a professora Tânia Botós, estiveram reunidas com o objetivo de divulgar, sensibilizar e dar visibilidade sobre a importância da Terapia Ocupacional na Educação. Neste primeiro encontro, foram estabelecidas propostas de trabalho para o segundo semestre de 2018. Para Dra. Susilene Nardi, terapeuta ocupacional e Conselheira do Crefito-3, “é a Terapia Ocupacional abrindo caminhos na rede pública e no município de Catanduva”.

Em 2017, o mesmo grupo de terapeutas ocupacionais protagonizou uma movimentação que gerou projetos de inserção de profissionais no NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família) e no CRAS (Centro de Assistência Social). Mas, uma das maiores conquistas foi a criação de um concurso público no município com abertura de cinco vagas para contratação de terapeutas ocupacionais em equipes do CAPS (Centro de Atenção Psicossocial II) e NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família) Drogas) na rede assistencial de saúde de Catanduva.