Crefito-3 envia moção de repúdio contra EaD na Saúde a faculdades do Estado
Desde 2016, Conselho tem manifestado posição contrária à graduação na área da Saúde na modalidade e considera, ainda, possibilidade de identificar o formado em EaD.

No dia 9 de maio, o Plenário do Crefito-3, decidiu tornar pública sua posição contrária à oferta de cursos de Fisioterapia e Terapia Ocupacional totalmente na modalidade a distância. A moção de repúdio foi enviada a todas as instituições de ensino superior do Estado de São Paulo. O documento ressalta que, desde 2016, quando o mercado do EaD chegava aos poucos para avançar sobre a graduação na Fisioterapia e na Terapia Ocupacional, o Crefito-3 já fortalecia suas estruturas para combater o modelo de ensino. 

O Crefito-3 tem atuado em várias esferas e debates, com apoio de parlamentares e autoridades políticas para evitar que a graduação totalmente a distância para Fisioterapia e Terapia Ocupacional, bem como para as demais áreas da Saúde, seja uma realidade. Além de zelar pela saúde e segurança dos pacientes e da população que necessita do serviço, o Conselho entende que o modelo de ensino coloca em risco o processo de aprendizagem dos formados. 

Identificação do profissional

Sem medir esforços para conter os avanços do EaD na Saúde, o Crefito-3 procurou meios legais, inclusive com base no Código de Defesa do Consumidor, para identificar, na Carteira Profissional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional a formação na modalidade a distância. O Crefito-3 reforça que as instituições de ensino superior devem ofertar, exclusivamente, o ensino presencial em detrimento ao ensino a distância. 

No dia 29 de maio, o Fórum dos Conselhos de Atividades Fim da Saúde de São Paulo (FCAFS), do qual o Crefito-3 faz parte, encaminhou o Ofício FCAFS nº47/2019 a entidades, associações e sociedades solicitando apoio contra a graduação EaD na área da Saúde.

Já foram autorizadas, até o momento, 138.540 vagas para Fisioterapia e 1.300 vagas para Terapia Ocupacional. No total, contando os demais cursos da área da Saúde, foram autorizadas 1.083.504, registrando aumento de 294,5% desde fevereiro de 2017 até maio de 2019.

Está prevista para o dia 26 de agosto de 2019 a realização de um evento sobre a formação EaD na área da Saúde. Embora o evento ainda esteja em construção, autoridades como a Senadora Mara Gabrilli, a Deputada Federal Alice Portugal, a Deputada Estadual Maria Lúcia Amary, o vereador Gilberto Natalini e representantes do Ministério da Saúde, Ministério da Educação serão convidados a participar de uma roda de conversa no evento moderada por um membro do GT de Educação do FCAFS.