Resolução do Coffito reconhece atuação do fisioterapeuta nas Unidades de Urgência e Emergência
O texto faz alusão ao trabalho consolidado pelo profissional em setores hospitalares, como Unidades de Terapia Intensiva – UTIs, Emergências e Pronto Atendimentos.

O Coffito, por meio da Resolução nº 509, publicada no Diário Oficial da União no dia 22 de agosto, reconheceu a atuação do fisioterapeuta na assistência à Saúde nas Unidades de Emergência e Urgência.  O texto, em sua justificativa, faz alusão ao trabalho consolidado pelo profissional em diversos setores hospitalares, entre eles Unidades de Terapia Intensiva – UTIs, Emergências e Pronto Atendimentos.

Para o presidente do Coffito, Dr. Roberto Mattar Cepeda, a normativa, antes de sua publicação, levou em consideração a ampla atuação do profissional, uma vez que a Fisioterapia, atualmente, é listada pelo Ministério da Saúde nas normas relacionadas ao serviço de urgência e emergência no Brasil, e possui reconhecimento internacional quanto à presença do fisioterapeuta nos Times de Resposta Rápida. “O fisioterapeuta, por meio do seu trabalho, conquistou um espaço importante no ambiente hospitalar, garantindo reconhecimento da sociedade e dos órgãos reguladores, que, por meio de normativas, definiram a presença de fisioterapeutas nas UTIs brasileiras e em portarias de inserção. A Resolução nº 509 serve para subsidiar essa conquista, respaldar o profissional e, acima de tudo, zelar por um atendimento digno à sociedade”, completou.