Movimento Maio Amarelo promove campanha para conscientização no trânsito
O objetivo da campanha é chamar a atenção da sociedade sobre o tema segurança viária e mobilizar todos os segmentos sobre a importância do trânsito seguro.

Começou no mês de maio o Movimento Maio Amarelo, campanha que busca conscientizar a população e a sociedade sobre a importância de um trânsito seguro. Sob o tema “No trânsito, o sentido é a vida”, a sexta edição da campanha propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade, buscando por um trânsito mais seguro.

De acordo com informações do Observatório Nacional de Segurança Viária, 90% dos acidentes têm como motivação as falhas humanas como imperícia, imprudência e desatenção, frutos de escolhas inadequadas e arriscadas. Na edição 3 da Revista Em Movimento, foi publicada uma matéria sobre os acidentes de trânsito, bem como dados sobre vítimas com sequelas e gastos com processos de reabilitação, que dificultam a busca de soluções para a carência na oferta de serviços.

A fisioterapeuta, delegada do Crefito-3 e presidente da Associação Brasileira de Fisioterapia Traumato-ortopédica, Dra. Sylvia Helena Ferreira da Cunha, explicou como o acidente de trânsito pode afetar a vida da vítima. “O sobrevivente de acidente de trânsito costuma sofrer sequelas físicas, psicológicas e sociais. Fisicamente, restrições de mobilidade podem diminuir ou inibir totalmente a sua funcionabilidade e independência, e gerar incapacidade para o trabalho”. Além disso, as consequências da incapacidade física geram alterações psicossomáticas, levando o sobrevivente a um quadro de isolamento social.

Dra. Sylvia ressalta que “a vítima de acidente de trânsito precisa ter assistência à saúde integral do tipo urgente para salvar a vida dela. Mas, é muito importante focar na reabilitação para que atinja o pleno restabelecimento clínico e funcional”. No entanto, a fisioterapeuta chama a atenção à carência de serviços de saúde que englobem a reabilitação. “Não existe ainda no Brasil um sistema de saúde eficiente que assegure o direito à saúde englobando a reabilitação. Essa deficiência provoca um aumento nos gastos em serviços de saúde e previdenciário”.

A 13ª edição do podcast do Crefito-3 “Fisio e TO Em Movimento” abordou esse tema em pauta e conversou com especialistas em reabilitação que analisaram e explicaram o cenário atual dos acidentes de trânsito e a oferta de serviços de reabilitação. Você pode conferir o podcast no link: http://bit.ly/podcastFisioTO