Crefito-3 disponibiliza formulário para profissionais esclarecem dúvidas sobre assistência na Covid-19
Dúvidas relativas à assistência respiratória aos pacientes serão respondidas num prazo de 24 horas pelos membros da Frente de Coordenadores Especiais do Conselho

Nesta semana, o Crefito-3 deu início a mais uma etapa de ações das estratégias elaboradas pela Frente de Coordenação de Agentes Especiais de Fiscalização, reunida pela Conselho para elaborar medidas de apoio aos profissionais que estão no enfrentamento direto à COVID-19.


Nesta etapa, teve início a ação de assessoria aos profissionais que se encontram à beira-leito, por meio da abertura de um canal para receber as dúvidas dos profissionais que estão atuando na assistência respiratória aos pacientes. O objetivo é garantir que a assistência prestada seja segura para o paciente, e que o profissional esteja seguro de suas ações e decisões. 


“Como é limitado o número de profissionais que têm experiência e atuam nas UTIs, muitos profissionais estão migrando para essas unidades, com pouca ou nenhuma experiência nessa modalidade de assistência, e vão precisar de apoio de profissionais mais experientes”, explicou o presidente do Crefito-3, Dr. José Renato de Oliveira Leite, que idealizou a composição da Frente Especial de Coordenadores.


Respostas às dúvidas em 24 horas


Para esta nova etapa, os sete membros da Frente Especial de Coordenadores vão estar à disposição dos profissionais para esclarecer qualquer tipo de dúvida relacionada à assistência na COVID-19 na UTI.


Para melhor direcionar as dúvidas e otimizar o processo de recepção das dúvidas e elaboração das respostas, foi desenvolvido um formulário, que está disponível online aqui.


A partir do preenchimento do formulário e do aceite do profissional aos termos para compartilhamento das informações com o Crefito-3 - que exige, entre outras coisas, a confirmação da veracidade das informações prestadas - os dados preenchidos já entram no sistema, e as dúvidas serão esclarecidas pelos coordenadores, com base em evidências científicas, num prazo de 24 horas.


No formulário, podem ser apresentadas dúvidas sobre recursos, técnicas e procedimentos da Fisioterapia e da Terapia Ocupacional, no contexto da COVID-19. Os temas presentes no formulário sobre os quais os profissionais podem solicitar orientações são a Oxigenoterapia, Ventilação Mecânica Invasiva e Não-invasiva, Fisioterapia Respiratória e também a Biossegurança.

 

Ações de fiscalização pela biossegurança permanecem


A primeira fase de ações do Crefito-3 teve como foco garantir a biossegurança dos fisioterapeutas e dos terapeutas ocupacionais que estão no enfrentamento à pandemia do coronavírus. 


Dentre as ações, desenvolvidas desde o final de março passado, tivemos o treinamento de fiscais especiais para apurarem a situação de biossegurança de mais de 700 serviços de assistência em todo o estado; encaminhamento de denúncias ao Ministério Público do Trabalho, indicando as instituições que não se adequaram às normas de biossegurança para suas equipes; a publicação de manuais de biossegurança; e a aquisição e distribuição de face shields para proteção os profissionais em serviços com dificuldades de acesso a EPIs.