COVID-19: Baixada Santista apresenta aumento no número de internações
No intervalo de 24 horas, passou de 368 para 386 o número de pacientes internados por COVID-19. Santos segue como município com maior número de casos na região

O município de Santos voltou a registrar aumento de internações de pacientes que apresentam quadros de moderados a graves da COVID-19. Informações divulgadas pela prefeitura de Santos revelam que houve acréscimo no total de pessoas com sintomas da COVID-19 internadas na rede hospitalar de Santos. Em 21 de novembro, eram 334 internados. No dia seguinte, o número subiu para 340 internados.


Com esses novos casos, a taxa de ocupação dos 648 leitos dedicados à COVID-19 chega a 52%. Dos 270 leitos totais de UTI do município, a ocupação é de 57%. Nos leitos dos hospitais  SUS, esta taxa é de 42%. Na  rede privada, a ocupação de leitos de UTI é de 74%.


Santos segue sendo a cidade com maior número de casos confirmados de COVID-19 na região da Baixada Santista, e com maior número de óbitos. Apenas no intervalo entre os dias 12 e 22 de novembro foram registrados 13 mortes, segundo informações da administração pública. 


Informações do site da prefeitura de Santos, em 24 de novembro, revelam que, até a data, existiam 24.881 casos confirmados, desde o início da pandemia da COVID-19, com 756 desses resultando em óbitos. 


Ainda em 24 de novembro, a cidade conta com 392 casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus, e com 37 casos de óbitos ainda sob investigação de quem tenham sido provocados pelo novo coronavírus. 


Municípios da Baixada registram novos casos


Embora Santos siga sendo o município líder em número de casos e mortes por COVID-19 na região, os demais nove municípios da Baixada Santista também registram aumento nos números da doença. A região contou 563 novos casos nos últimos dias. O aumento de casos mostra reflexos no aumento do número de pacientes internados, passando de 368 para 386, num período de 24 horas, entre os dias 22 e 23 de novembro. Foram também registrados 19 óbitos na região.


De acordo com informações dos municípios, por meio de seus boletins epidemiológicos, a região da Baixada Santista soma, desde o início da pandemia,  67.861 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, e 2.369 óbitos em consequência da COVID-19.