“Vacinas para todos os Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais” é pedido do CREFITO-3 ao Ministério da Saúde
Ofício assinado pelo presidente do CREFITO-3, Dr. Raphael Martins Ferris e enviado ao Ministro da Saúde, ao Secretário Estadual de Saúde e Secretário Municipal de Saúde de São Paulo, alerta para a necessidade de urgência na vacinação de todos os Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais

Nesta segunda-feira, 8 de março, o presidente do CREFITO-3, com o apoio técnico da Procuradoria Jurídica, enviou ofícios às autoridades de saúde em nível federal, estadual e municipal.


No texto dos ofícios, endereçados ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello; ao secretário Estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, e ao secretário municipal de saúde de São Paulo, Edson Aparecido dos Santos, Dr. Raphael Ferris solicita prioridade na vacinação dos fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais de São Paulo. 


O Estado de São Paulo é o que apresenta o maior número de casos de contaminação pelo SARS-COV-2 no país. De acordo com informações da Secretaria Estadual da Saúde, entre os dias 1º e 7 de março foram internadas, em média, mais de 2.000 pessoas por dia. O número representa internações em enfermaria e em UTI, tanto na rede pública de saúde quanto na rede privada.


Para evitar desassistência, vacina para Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais é urgente


O CREFITO-3 alerta, em seu ofício às autoridades de saúde, que devido à necessidade da continuidade dos atendimentos a seus pacientes, Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais estão totalmente expostos aos riscos de contato com pacientes contaminados, mesmo que sejam adotadas todas as medidas de precaução.

  

O CREFITO-3 também destaca que os próprios pacientes recuperados da COVID-19 - muitos deles necessitando da atuação da Fisioterapia Respiratória; da Fisioterapia Ortopédica; da Fisioterapia Neurológica, podem voltar a ser contaminados por novas cepas do vírus e, assim, transmitirem o vírus a esses Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais.



Leia AQUI os ofícios assinados pelo presidente do CREFITO-3. No mesmo link é possível conhecer o parecer da Procuradoria Jurídica do Conselho sobre a atuação dos profissionais durante a fase vermelha decretada pelo Governo do Estado.