Fisioterapeuta ressalta a importância da ergonomia e os cuidados com a postura no home office
De acordo com o Google Trends, ferramenta de análise de tendências do buscador, houve aumento de 76% nas buscas por "dor nas costas" desde o dia 26 de fevereiro, com o pico no dia 25 de maio.

Com a chegada da pandemia da COVID-19, uma das ações recomendadas para evitar aglomerações nas empresas foi a instituição do trabalho em casa, também conhecido por home office. No entanto, muitos escritórios precisaram ser improvisados em casa, para que o trabalho continuasse a ser desempenhado normalmente, e essa adaptação pode trazer prejuízos à saúde se não forem tomados alguns cuidados para prevenir desconfortos e dores. 


De acordo com a fisioterapeuta e ergonomista Dra. Áurea Maria de Ponte, para um bom desempenho do trabalho remoto, é preciso adaptar um cômodo que seja silencioso, como um escritório ou uma sala específica. Outra recomendação é a posição correta para se sentar na cadeira em frente ao computador. A fisioterapeuta indica que o ideal é se sentar bem perto da mesa com os braços paralelos à coluna. Caso as mãos estiverem mais altas que os cotovelos, será necessário ajustar a altura da cadeira, até que o ângulo correto, de 90 graus seja atingido.


A altura da cadeira também deve ser ajustada de forma que os olhos fiquem alinhados com a parte superior da tela do computador, com inclinação de 10 a 20 graus. Teclados independentes, boa iluminação sem reflexos na tela, ventilação e temperatura adequada ajudam a manter o conforto no ambiente de trabalho.


Rotina

A fisioterapeuta recomenda também o estabelecimento de uma rotina, que deve incluir organização, disciplina e concentração, já que muitos estão trabalhando em casa com a família. Por isso, é importante conversar com os familiares sobre os horários de trabalho e de atividades fora do expediente. O home office também pode trazer consequências como o estresse causado pelas demandas do trabalho, a cobrança de passar o dia em frente ao computador para não perder nenhum momento ou mesmo em caso de uma eventual emergência que surgir. Por esse motivo,  Dra. Áurea recomenda levantar periodicamente para  alongar o corpo e desacelerar a mente, além de praticar exercícios físicos para manutenção da saúde integral.